Clique Muscle: Tibolona - Clique Muscle

Ir para



Página 1 de 1
  • Novo tópico
  • Responder

Tibolona Livial®, Reduclim®, Libiam®

Postou 15 August 2012 - 06:45 PM (#1) Membro offline   The Lawyer 

  • Membro Premium
  • PipPipPipPipPip
  • Grupo: Membros
  • Posts: 253
  • Cadastrado: 27-April 11

Alguém sabe se essa testosterona bioidêntica pode nos ser útil? Alguém já fez uso ou sabe mais informações?
Ou, alguém saberia mais sobre o tal gel transdérmico de testosterona bioidêntica? Nome comercial, e tal.

Abraços
0

Postou 15 August 2012 - 07:00 PM (#2) Membro offline   Tachyon 

  • Membro Master
  • PipPipPipPip
  • Grupo: Membros
  • Posts: 86
  • Cadastrado: 04-January 12

Eu uso testosterona bioidêntica em gel. A que eu uso é manipulada no meu nome, meu médico que receita. Com a 10% meu níveis ficam em torno de 1000~1200ng/dl. Com a 20% creio que devo pegar algo perto de 2000ng/dl.

250mg de testosterona injetável/semana pode te colocar tranquilo entre 1800~2000ng/dl, ou seja, sai absurdamente mais barato.

Faça as contas: 1 durateston por semana de farmácia, dá um pouco menos de R$40/mês;
Testosterona 20% em gel custa em torno de R$500, dura pouco menos que 90 dias -> R$170/mês;

O que vou experimentar agora é fazer um blast com cipionato e após o ciclo, voltar à reposição hormonal com a testo em gel 10%.

Acho caro e não compensa pra quem visa somente ganhos estéticos... Mas que funciona, funciona. E suprime o eixo do mesmo jeito.
0

Postou 15 August 2012 - 07:36 PM (#3) Membro offline   Hidrocci 

  • Membro Premium
  • PipPipPipPipPip
  • Grupo: Membros
  • Posts: 577
  • Cadastrado: 15-July 11

Ver postTachyon, em 15 August 2012 - 07:00 PM, disse:

Eu uso testosterona bioidêntica em gel. A que eu uso é manipulada no meu nome, meu médico que receita. Com a 10% meu níveis ficam em torno de 1000~1200ng/dl. Com a 20% creio que devo pegar algo perto de 2000ng/dl.

250mg de testosterona injetável/semana pode te colocar tranquilo entre 1800~2000ng/dl, ou seja, sai absurdamente mais barato.

Faça as contas: 1 durateston por semana de farmácia, dá um pouco menos de R$40/mês;
Testosterona 20% em gel custa em torno de R$500, dura pouco menos que 90 dias -> R$170/mês;

O que vou experimentar agora é fazer um blast com cipionato e após o ciclo, voltar à reposição hormonal com a testo em gel 10%.

Acho caro e não compensa pra quem visa somente ganhos estéticos... Mas que funciona, funciona. E suprime o eixo do mesmo jeito.


esse detalhe é que eu queria saber..

Tachyon, nesse tempo usando a testo em gel.. ocorreu atrofia testicular?? diminuição das bolas e tals??
outra coisa.. normalmente se prescreve também algum IA no uso da testo em gel.. vc usa?? se sim qual e como??

Pelo que tenho visto.. até 5% não causa supressão.. mas vai saber né..

abs.
Mais cedo ou mais tarde a teoria sempre acaba assassinada pela experiência

Albert Einstein
0

Postou 15 August 2012 - 10:38 PM (#4) Membro offline   Tachyon 

  • Membro Master
  • PipPipPipPip
  • Grupo: Membros
  • Posts: 86
  • Cadastrado: 04-January 12

Ver postHidrocci, em 15 August 2012 - 07:36 PM, disse:

esse detalhe é que eu queria saber..

Tachyon, nesse tempo usando a testo em gel.. ocorreu atrofia testicular?? diminuição das bolas e tals??
outra coisa.. normalmente se prescreve também algum IA no uso da testo em gel.. vc usa?? se sim qual e como??

Pelo que tenho visto.. até 5% não causa supressão.. mas vai saber né..

abs.

Cara, então... Não notei uma atrofia, talvez uma leve redução. Mas normal, né? Minhas taxas de LH e FSH cairam, a atividade testicular caiu.

No último exame que fiz, o LH deu tipo 3.5mUI/mL (sendo que a faixa de referência é de 1.5 até 9.3). Mas também já me disseram pra não confiar muito no LH/FSH porque são hormônios pulsáteis... Vai saber.

Sobre o Estradiol, meus níveis estão bem curiosos. Eu fiz uma dosagem maior (tipo 2x~3x mais) durante 7 dias pra ver quanto eu testosterona total eu pegava, e bateu 2300ng/dl. Meu estradiol deu 15.45pg/mL (referência é de ND até 35pg/mL, mas dizem que a faixa ideal é 25~35), valor bem baixo. Única coisa que me vem à cabeça que fiz que possa ter influenciado nisso é comer bastante brócolis e suplementar com I3C.

Ou eu aromatizo muito pouco... Ou testosterona bioidêntica tende a aromatizar muito pouco. :P Já ouvi a história que testo bioidêntica aromatiza pouco, mas não deixaria de conferir com exames.
0

Postou 20 September 2013 - 05:38 PM (#5) Membro offline   MAV 

  • Novato
  • Pip
  • Grupo: Membros
  • Posts: 2
  • Cadastrado: 20-September 13

Estou usando testosterona bioidentica... é bom... aumenta libido, energia, seca e da uma modesta massa muscular... agora o que prega os bioidenticos é que como são idênticos aos hormônios naturais que o nosso corpo produz, os mesmos não causam efeitos colaterais como suprimirem os níveis de LH e FSH...!

Por experiência própria é mentira... meus níveis de LH e FSH suprimiram razoavelmente com o uso da testosterona bioidentica.
agora...
O que é melhor?! tomar doses terapêuticas de texto bioidenticas por mais menos 1 ano... manter sempre um corpo legal (seco) e suprimir pouco o LH e FSH mesmo que seja pouco mas suprimi! ou fazer um ciclo por ano com as famosas DECA e DURA e suprimir o eixo demais até ficar a zero e passar o resto dos seis meses do ano perdendo aquilo que conquistou e sem libido... pois como estou lendo a maioria das TPCs na maioria dos casos não faz muita diferença ...!
Difícil... o que eu sinto é que dificilmente vamos conseguir manter uma testosterona alta assim ganhando massa muscular o tempo inteiro sem suprimir o LH e o FSH... o que para mim é o pior efeito colateral de todos!
0

Postou 20 September 2013 - 05:45 PM (#6) Membro offline   Shyy 

  • Membro Premium
  • PipPipPipPipPip
  • Grupo: Membros
  • Posts: 581
  • Cadastrado: 11-May 13

 MAV, em 20 September 2013 - 05:38 PM, disse:

Estou usando testosterona bioidentica... é bom... aumenta libido, energia, seca e da uma modesta massa muscular... agora o que prega os bioidenticos é que como são idênticos aos hormônios naturais que o nosso corpo produz, os mesmos não causam efeitos colaterais como suprimirem os níveis de LH e FSH...!

Por experiência própria é mentira... meus níveis de LH e FSH suprimiram razoavelmente com o uso da testosterona bioidentica.
agora...
O que é melhor?! tomar doses terapêuticas de texto bioidenticas por mais menos 1 ano... manter sempre um corpo legal (seco) e suprimir pouco o LH e FSH mesmo que seja pouco mas suprimi! ou fazer um ciclo por ano com as famosas DECA e DURA e suprimir o eixo demais até ficar a zero e passar o resto dos seis meses do ano perdendo aquilo que conquistou e sem libido... pois como estou lendo a maioria das TPCs na maioria dos casos não faz muita diferença ...!
Difícil... o que eu sinto é que dificilmente vamos conseguir manter uma testosterona alta assim ganhando massa muscular o tempo inteiro sem suprimir o LH e o FSH... o que para mim é o pior efeito colateral de todos!


tu lê isso onde meu caro? uma TPC decente segura até 70% dos resultados e 1-2 meses depois já ta ok pra outro ciclo oO
se o cara fizer uma tpc com testo booster e ZMA aí sim n vai adiantar mesmo, rs
"Quem manda aqui sou, eu que decido onde parar
Minha mente é o combustivel, ela não pode me travar
Persistência e disciplina, perfeita combinação
A força de vontade, eu levo no coração"
0

Postou 20 September 2013 - 06:17 PM (#7) Membro offline   MAV 

  • Novato
  • Pip
  • Grupo: Membros
  • Posts: 2
  • Cadastrado: 20-September 13

Assunto complicado... depende de organismo para organismo e da droga que você utilizar... não entendo muito de TPC... mas já senti na pele demorar uns 6 meses para a texto voltar ao normal... e fiz uma tcp com um profissional renomado de SC... leio em vários lugares infelizmente muitos leigos falando do assunto... vou colar um link para você ver... mass... mesmo assim vou me informar direitinho sobre TPC

Colando...

A Verdade nua e Crua Sobre Farmacologia Esportiva

Do meu ponto de vista pelo menos...

Não pretentendo de forma alguma me passar por algum guru ou dono da verdade no assunto. Creio inclusive que 90% das pessoas que lerem esse tópico, discordarão totalmente. Não os condeno. Há 5 anos atrás eu certamente seria um dos primeiros a atirar pedras.


O que me da uma certa autoridade no assunto, é o que me diferencia de 99% dos usuários. É que eu tomo como acompanhamento medico. Na verdade, ele não prescreve nada, apenas pede os exames e analisamos juntos. Meu médico é um urologista de mente aberta e já confessou que tem aprendido junto comigo. Nos últimos 5 anos tenho feito check ups de pelo menos 6 em 6 meses.

Outro detalhe é o de que eu fui minha própria cobaia. Já experimentei de tudo e em todas quantidades imagináveis.

Enfim outro detalhe é o de que o que vou descrever é opinião extremamente franca, baseado nos meus próprios erros e acertos. Infelizmente o que se vê por ai é que, quem já adquiriu experiência séria tem em mente; “eu me ferrei pra aprender, não vou dar de mão beijada meus segredos, que se virem pra aprender por si sós”

Dito isso vamos às conclusões:

Drogas sao Necessarias?Depende. Você quer ser ou pelo menos se parecer com um fisioculturista? Ou apenas quer ter um corpo malhado legal? Pra segunda opção a resposta é NÃO! Pra se ter um corpo com alguma musculatura a genética da conta. Pra primeira pergunta, muita gente vai discordar, mas minha resposta é um sonoro SIM! Esse esporte eu creio ser um dos mais difíceis e ingratos que existe. Enquanto nos outros; fatores como talento, treino e determinação fazem campeões, no fisioculturismo a guerra é, alem dos citados acima, contra as leis da natureza. Como diz um amigo meu: “não existe situação perfeita”. Onde, no nosso caso, alguém que tenha facilidade de ganhar massa muscular mantendo definição. É sempre os opostos, uns ganham peso fácil, mas com gordura de monte junto, e penam na hora de buscar a definição muscular. Outros se matam pra colocar um kilo, porem não precisam do menor esforço pra secar e definir. A situação perfeita existe somente com a farmacologia. Eu não acredito e não conheço ninguém que seja ou tenha ficado massivo, contest shape, sem nunca ter tomado algum farmacológico.

DEPENDENCIAEsteroides viciam? Dependência física não causam. Isso posso afirmar. O único sintoma físico será a baixa da libido quando parar. O que posso afirmar com convicção é que causam DEPENDENCIA PSICOLOGICA! Pelo que tenho visto esses anos todos, quem treina “turbinado” não consegue mais treinar “aspirado”. Isso é obvio. Apesar de ilusório, esse ganho rápido de força e peso, a sensação de poder... depois fica muito difícil se conformar em não conseguir levantar os mesmos pesos e ganhar um kilo por mês, ou a cada dois, três meses dependendo do estagio... e sempre acabam voltando pra farmácia rapidinho. A solução é uma só nesse caso. Sumir da academia e procurar outro esporte.

PRIMEIRO GRANDE ERROQuerer que as drogas façam o milagre do crescimento. Eu cometi esse erro. Não adianta se entupir com 2g por semana de esteróides se não tiver nutrientes pra processar. Todo mundo já ta cansado de ler e ouvir que o corpo se faz pela boca. Mas parece que ninguém quer acreditar. Tem gente que não pestaneja em gastar 200 reais num bujão de testosterona, mas chora pra pagar num pacote de albumina tipo 30 reais. Alem do mais, é mais fácil tomar umas duas ou três agulhadas por semana e engolir alguns comprimidos do que ficar na cozinha separando clara de ovos, grelando carnes ou preparando vitaminas... Meu motto: “quem ainda não aprendeu a comer, ainda não está pronto pra esteroides”

QUANTIDADESegundo grande erro: Quantidade. Eu afirmo. Mais é igual a menos nesse aspecto. Anos atrás num grupo de discussão da usenet que participava, logo que comecei a mexer com drogas, tinha um monte de gente fera. PHDs, prós do esporte etc. Nesse grupo tinha Um cara chado Lyle Macdonald que manja tudo de nutrição, Patrick Arnold (da LP Research) o cara desenvolve pro-hormonios, e Bill Roberts PHD em farmacologia esportiva. Nesse grupo como não sou Americano e lá as Leis são severas com esteróides (mesma categoria que a heroína) eu podia falar abertamente de meu uso, meus ciclos hardcores, do jeito que o Bill pregava, tipo 1g de testosterona por semana por baixo. E do outro lado o Patrick sempre me dizia: “Vander, se você soubesse quão pouco é preciso pra crescer músculos”. Eu preferia ficar babando ovo pro Bill, afinal ser punk é mais “cool”. Hoje após anos de erros cheguei à conclusao que o Pat que estava com a razao. Em tempo. Bill Roberts sabe muito... de bula de remédio porque ele jamais tomou 1mg de esteroide na vida dele. Alias ele nem pratica o esporte. Ele ate hoje escreve coluna pro mesomorphosis

Enfim. Hoje cheguei à conclusão de que esteroide demais so aumenta a quantidade de efeito colaterais. Um fato que exames mostraram foi de que independente da quantidade tomada meus níveis de testosterona deu sempre a mesma coisa que é o dobro do maximo normal. Ou seja, muita coisa do que tomei foi pro buraco da privada... junto com meu dinheiro.

QUANTIDADE CONTINUANDO...A função do Esteróide é o aumento da síntese de proteína e pra isso, realmente não precisa muito. Não adianta gente se entupir de altas doses. Músculo sólido demora ANOS pra se ganhar. Essas historias de que “ganhei” 8 kilos no meu ultimo ciclo é uma asneira sem precedentes. Se fosse assim bastariam dois anos de uso pra estar entre os gigantes do esporte. A não ser que seja gordura. Alguém já se deu ao trabalho de pesquisar quantos anos levou pro Ronnie Colemam chegar no atual patamar? Pois eu digo. Num vídeo de uns 2 anos atrás ele disse 17 anos!! E ele tem genética, e patrocinio pra tomar o que quiser inclusive GH o ano todo. Agora um simples mortal que toma 2 duratestons por semana por 8 semanas (que é o que os “experts” mais indicam) quer ficar grande do dia pra noite? No passado eu ia pra praia no fim de ano todo inchado, achando que tava grande e voltava com 5kg a menos. Pura ilusão. Pura retenção de Líquidos..

CICLOSEsse é um termo que eu abomino e que não me faz o menor sentido. A menos que seja um só por ano pra chegar na praia inchadinho. No mais qual vantagem se entupir de testosterona, inchar, ai parar, desinchar, inchar denovo?

Explicarei o funcionamento hormonal do homem pra basar minha teoria.

Existe uma glândula no cérebro chamada Hipotalamus. Ela funciona entre outras coisas como “sensor”do nível de Testosterona. Quando se usa testosterona sintética e o nível de testosterona sobe acima de 810,00 ng/dl ou aproximadamente isso que é o maximo normal de um homem no auge da produçao , ela interpreta que os testículos estão “trabalhando” demais e manda um sinal (GnRH) pra Pituitária outra glândula que produz dois outros homonios o LH e o FSH que são responsáveis pela produção respectivamente de testosterona e produção de espermatozóides, parar de produzi-los. Logo os testículos entram em inatividade.

Esse processo é reversível. Porem, leva de 6 meses a ate dois anos pra voltar ao normal. Segundo informação de meu medico.

CICLOS FINALIZANDO...Resumo da historia: No meu entender é melhor usar pouco e constante do que se entupir e parar e se entupir denovo. De uma forma ou de outra os desticulos desligarão. Logo, doses moderadas (terapêuticas) e constantes causam menos efeitos colaterais e ganhos mais lentos, porem mais sólidos.

Existem sim combinação de drogas (caras diga-se de passagem) que ajuda nesse processo, mas jamais vai torna-lo rápido do jeito que se prega por ai. Gente que jura que é só tomar Clomid por 2 semanas após o ciclo, que tudo volta ao normal como se “nada tivesse acontecido” Isso é de uma ignorância sem tamanho. Desafio qualquer um a me provar com exames de sangue níveis estratosféricos de testosterona, e 2 meses depois exames que mostrem níveis normais de hormônios.

Afirmo por experiência própria. Entre l997 e 2000 fiz vários ciclos. Porem em meados do ano de 2000 entrei num processo depressivo onde não comia direito, não dormia direito enfim..nao valia a pena continuar jogando dinheiro fora. Por pressão da família fui pela primeira vez a um medico endocrinologista. Fiz uma bateria de exames. O resultado obvio tudo na estratosfera exceto o LH e o FSH que estavam zerados praticamente (Vide resultados no tópico do Clomid). O medico mandou parar de tomar, ai perguntei o que fazer pra voltar ao normal. A Resposta foi seca. NADA. Dei um sorriso irônico e pensei comigo mesmo. “vou mostrar pro babaca como se faz...” Parei de tomar e logo em seguida comecei o famoso TPC. Bunitinho tal qual sugeria Bill Roberts, HCG, Clomid Anti-aromatase... ums dois meses depois nova bateria de exames... e eis a merda. Testosterona em níveis normais, mas baixo, LH e FSH ainda nulos praticamente. Me sentia um lixo. Não raciocinava direito, vivia fraco e cansado... e sem libido nenhuma... Nesse ponto tinha duas escolhas: abandonar o esporte ou ficar na testosterona. A resposta é obvia. Desde então eu ciclo drogas e dosagens, não ciclos de muita droga e depois nada..

Amigo meu há dois anos atrás se entupiu de durateston e stanozolol. A família descobriu e o fez inclusive parar de malhar. Após mais de um ano depois os níveis de testosterona ainda estavam pífios, meu medico que indiquei a ele, já havia decidido colocar ele na terapia de reposição. Graças a mim, eu segurei a onda pra ele, indiquei uma droga alternativa e hoje ele conseguiu voltar ao normal...

TESTOSTERONA E A SAUDE. Testosterona mata? Não conheço nenhum caso comprovado de que tenha sido excesso de testosterona. O que ocorre geralmente é morte por diuréticos (Andréas Munzer), hipoglicemia (insulina) ou simplesmente estupidez como no caso dos guris de Brasília ano passado que injetaram 30ml de óleo em cada braço. Ora, se fosse óleo de oliva o fim seria o mesmo.

Mas há sim fatores de risco e eu mesmo tive o desprazer de sentir na pele agora no final do ano. Hipertensão e problemas com colesterol. O problema da hipertensão foi algo completamente inesperado. Ter hipertensão quando se esta com retenção de líquidos é plausível mas seco? Após uma ida ao medico e exames chegou-se ao vilão. O colesterol. O colesterol total estava ok porem o HDL (bom colesterol) estava a desastrosos 16 mg% quando o desejável é acima de 40. Que esteroides baixam o HDL eu sabia. Consumia diariamente bastante óleo de oliva pra compensar... pra depois descobrir que o óleo tem que ser virgem. Ainda aprendendo a cada dia como podem ver... enfim, se não faço esse checkup poderia sim estar correndo risco ate de vida.

Outro fator de risco são drogas estimulantes, clembuterol, termogenicos e similares... pra quem tem eventualmente problemas cardíacos é um risco. São drogas relacionadas a fisioculturismo e se causam óbito a culpa cai sempre sobre a testosterona... infelizmente é assim que a banda toca.

SAUDE A LONGO PRAZOA LONGO PRAZO:Mas enfim se chega a um ponto, como o que estou agora, onde o uso a longo prazo, começa a causar problemas que necessitam de vigilância constante. Não apenas pelo fato dos medicamentos em si, mas o excesso de peso causa extremo estress nos órgãos. É diferente de um obeso. No caso do culturista o excesso de músculos é uma aversão à natureza, tanto que ao se parar a primeira providencia do organismo é queimar o excesso de massa magra. Esse excesso de músculos sobrecarrega o coração, rins. O excesso de nutrientes e vitaminas que é necessário consumir diariamente, sobrecarrega o fígado e sistema digestivo enfim... não são somente as drogas, mas o complexo todo. Hoje tenho que tomar medicação pra pressão, glicemia, colesterol, fígado, tireóide, fora anti-inflamatorios quando se tem lesões e por ai vai. Alguém faz idéia de quanto custa ($) tudo isso? Eu sei.

EFEITOS COLATERAIS: Quanto aos tão comentados efeitos colaterais nem pretendo entrar no mérito...com exceção da queda de cabelos, fechamentos das epífises (em indivíduos em fase de crescimento), virilizaçao (em mulheres) e ginecomastia as demais são todas reversíveis. E essa historia de câncer de fígado é asneira.

DROGASqual a melhor droga? Isso é algo que cada um tem que experimentar pra ver qual funciona melhor. Uns amam a Durateston, pra mim já não presta. Outros amam stanozolol, eu odeio. Pra mim nada como Deca + Anabol. Cypionato também curto de montão... enfim so experimentando mesmo. Todos anabólicos são derivados de testosterona e como tal, todos elevam os níveis de testosterona causando o “negative feedback” ou seja desligamento dos testículos. Os diversos tipos agem por mecanismos diferentes e em diferentes tipos de tecidos. O que usar é uma questão pessoal.

POTENCIA: É preciso que fique claro que a potencia de cada droga não está relacionada com a quantidade de mg dela. 50mg de Cyiponato de Testostorona é muito mais forte que 50mg de estanozolol. 50mg de Methandrostenolona (Dianabol) é mais potente que 50mg de Oxymetholona (Hemogenim) por isso a dosagem de 5mg por comprimido de Dianabol.

DROGAS ORAIS: O que aconselho sempre, principalmente pra iniciante é ficar longe de drogas orais. Drogas orais destroem o fígado como um raio e não existe tal coisa como “protetor hepático”. Drogas orais são absorvidas pelo trato digestivo. Pra cair na corrente sanguinea precisam passar primeiro pelo fígado, e para não serem anuladas pelo fígado e poderem atingir o objetivo, as células, elas são modificadas molecularmente o que causa um grande esforço ao fígado tentando quebrar as moléculas durante a primeira passagem pelo figado. Ou seja, o dano não pode ser evitado. O que medicamentos como o Xantinon, ou Legalon fazem é nada mais que, auxiliar o fígado a regenerar-se. Eu JAMAIS permaneço tomando drogas orais por mais de 4 semanas, e geralmente so volto a tomar orais 6 a 8 semanas após. Meus exames de fígado jamais apontaram danos significativos dessa forma

TERMOGENICOS E ACELERADORES DE METABOLISMOEu sinceramente, nunca fui adepto de Termogenicos. Primeiro porque já tenho genética de magro, metabolismo rápido e não morro de amor por comer. Não gosto de doces e massas. Outro fator é que já tenho dificuldade em comer, logo produtos com anfetaminas como a cafeína que inibem o apetite se tornam um serio problema no meu caso.

Por esse motivo, minha droga de escolha foi o Clembuterol. Mas afirmo. Eis a tal da droga desconfortável. Tremedeira, taquicardia, sudorese, mal estar... sensação de cansaço interminente. Exemplo dado pelo meu cardiologista “é como deixar o carro parado na garagem com o motor ligado a noite toda”.

Essas drogas ajudam de certa forma, mas pra quem não tem tanta gordura. Querer baixar gordura acima de 10% sem dieta é querer um milagre. Alem do mais, não se vê resultados em curto tempo. Pela observação, na media eu diria que uns 3 meses pra sentir resultado.

Hormônios de tireoide também tem sidos usados, e são talvez a droga mais eficaz na redução de gordura. Mas essa é uma droga “melindrosa” pra se usar o que pode causar uma dependência, levando ao hipotireoidismo que vai causar o efeito oposto. Obesidade. Existem dois tipos: o T3 (triodotironina) que é extremamente potente. (creio que tenha sido banido do mercado oficial) pelos efeitos colaterais sérios que acompanham essa droga, principalmente e disfunçao da tireóide causando dependência pro resto da vida. O outro tipo mais comum é o T4 (L-tiroxina) que é 4 x menos potente e que na verdade se converte em T3. Como a potencia do T4 é menor ele é bem mais maleável na dosagem e fácil de controlar, consequentemente mais seguro evitando a eventual dependência.

TERMOGENICOS CONTINUANDO...Alguns mais imprudentes misturam hormônios de tireóide com Clembuterol e ate termogenicos. Isso é um convite a sérios problemas. A duas semanas atrás amigo meu me ligou num sábado à noite quase “morrendo” segundo ele, por causa da mistura. Reclamando de tontura, náuseas, dor de cabeça, fraqueza... falta de avisar não foi. Ele alegou que já tinha misturado e não tinha sentido nada. O detalhe é que o hormônio de tireóide é cumulativo, quando chegou a um certo pico, a zica caiu como uma bomba. MUITO CUIDADO!

Antigamente quando se encontrava efedrina manipulada em qualquer farmácia, era muito comum o ECA Stack. Efedrina 25-50mg Cafeína 200mg e Aspirina 500mg era bastante eficaz.

Pra quem pode, Hormônio de crescimento, T4 e esteroides são uma combinação fantástica tanto pra crescer como pra secar. Mas é farmacologia pra quem já tem bastante experiência.

LEMBREM-SE ACIMA DE TUDO. TODAS ESSAS DROGAS QUE AFETAM O SISTEMA CARDIOVASCULAR PODEM ATE LEVAR À MORTE. QUEM TEM PROBLEMA CARDIACO OU DE PRESSAO DEVEM FICAR LONGE DAS MESMAS. NA DUVIDA FAÇA UM CHECK UP COM UM MEDICO DA AREA ANTES DE SE AVENTURAR NESSA PRAIA.

CLOMID E TERAPIA POS CICLOEis outra droga polemica. O Clomid.

Notem que essa teoria que o Clomid não funciona não é minha mas sim do meu Medico que é urologista. Eu apenas endosso, pois no meu caso não há como negar ate que me provem o contrario. Alem dos dados dos exames abaixo, segundo ele, já havia feito experiências com pacientes com baixos níveis de testosterona sem sucesso, e finalmente somado a isso o fator de que a bula do medicamento não diz nada a respeito dessa possibilidade terapêutica, o que convenhamos, seria uma perda muito grande da parte deles, pois o mercado é grande nessa área (deficiência de testosterona masculina)
Como foi citado anteriormente, cavei no meu baú os antigos exames, e eis os resultados: entre parêntesis os valores de referencia:

Data: 31/10/2000

Testosterona 3.044,0 ng/dL (286 a 1.511)
Testosterona livre 196,0 pg/mL (18-55)
LH < 0,7 (1,4 - 7,7)
FSH < 0,1 (1,5 – 14)
Dois meses depois...

Data: 04/01/2001

Testosterona 348,0 ng/dL (286 a 1.511)
Testosterona livre 13,4 pg/mL (18-55) eis porque me sentia tão mal
LH < 0,7 (1,4 a 7,7)
FSH 0,2 (1,5 a 14)

No ato do exame já havia parado a testosterona, comecei em novembro tratamento com HCG em doses leves de 1.500 IU a cada 4 dias pra desatrofia testicular e passei dezembro no Clomid a dois comprimidos por dia. O que os exames comprovam é que não houve a menor excitação na hipófise pelo Clomid já que o LH se manteve inalterado. A testosterona baixou a níveis normais e a hipotalamus simplesmente ainda não produziu ghRH. O que coincide com a informação do medico de que “enquanto os níveis de testosterona não baixarem abaixo do normal a hipotalamus não vai estimular a hipófise”.

CLOMID CONTINUANDO...Alguém pode dizer que houve então falha pituitária. Ora, ate hoje meus níveis de hormônios da Tireóide estão perfeitos, logo a tireóide também sendo submissa à hipófise, supõe-se que esta esteja normal. Fator como idade pesa. Na época estava com 32 anos, mas mesmo assim não creio que o processo fosse muito mais rápido num jovem de 20.

Bem sei também que há fontes ate respeitadas no exterior que citam o Clomid como a droga pos-ciclo. No World Anabolic Review de 1996 são categóricos em afirmar que bastam 2 caixas pra voltar ao normal. No Anabolics 2005 de Willian Llewellyn praticamente diz algo parecido, porem alguns autores modernos, já não são tão categóricos em afirmar como se pode ver nesse texto: http://www.mesomorph...cle-therapy.htm
Onde se lê: “Nolvadex é altamente anti-estrogenico na hipotalamus e pituitária, enquanto o Clomid mostra uma pobre atividade estrogenica na pituitária, onde como se ve, não é o ideal. (Clomid)Deveria ser evitado para o TPC estou sugerindo... na verdade, evitado totalmente..ele simplismente não é tão bom quanto o Nolvadex”

Bem, então porque por tanto tempo louvaram o Clomid? Suponho eu pelo simples fato de que nos EU, fisioculturistas não fazem exames tão freqüente por dois motivos: Primeiro que lá tudo é caríssimo quando se trata de saúde. Se você não tem realmente problema de saúde não se consegue exames com planos de saúde ou através de órgão governamental. Outro detalhe importante é que se o individuo for pego com um nível de testosterona como os meus corre o risco de ser preso como usuário de DROGAS! Resumindo, não duvido que por muito tempo fisioculturistas tomaram Clomid como Placebo.

CLOMID FINALIZANDO...Quanto ao Nolvadex, prefiro não opinar pois nunca tentei e não serei prepotente de afirmar que também não funciona. Mas tenho minhas duvidas por um detalhe:

OK suponhamos que tanto o Clomid como o Nolvadex funcionem estimulando a hipófise através de gnRH consequentemente produzindo LH e FSH consequentemente aumentando os níveis de Testosterona. Ora. Ao se tomar testosterona e elevar os níveis gera o “negative-feedback”, ao se usar HCG que imita o LH e também eleva a testosterona também causa o feedback. Ora então, logo se chega a conclusão que se ao elevar o LH pelo uso de sintético o efeito seja o mesmo de que, se o nível de testosterona esta alto ou normal a hipotalamus vai continuar achando que não há a necessidade de liberar gnRH uma vez que esta tudo “normal”. Logo o ciclo nunca fecha e ai encaixa a afirmação do Medico de que enquanto não baixar a hipotalamus não vai liberar o Sistema para produzir mais testosterona. Posso estar equivocado mas certamente isso é algo pra se pensar e estudar.

FINALIZANDOO Resumo de tudo isso fica assim:

-Testosterona causa dependência psicologia. Se não em todos na maioria.
-Somente a farmacologia vai lhe levar alem do que a genética lhe permite. Porem sem saber comer, treinar e descansar não vai levar a lugar algum... bem, ao hospital talvez...
-A menos que se queira dedicar de corpo e alma ao esporte melhor nem começar no mundo dos esteroides.
-Pra quem não pretende ficar gigante mas quer dar uma turbinada, toma dose terapêutica com acompanhamento medico que já dará ótimos resultados
-Testosterona por si só não mata ninguém, porém podem causar danos à saúde, algumas vezes até perigosos.


O intuito desse texto enorme foi apenas esclarecer (não ensinar a usar), principalmente àqueles que estão pensando em usar, ou àqueles que estão em duvida se param ou continuam. Não há a menor intenção de incentivar ou desestimular o uso.


**Galera, este relato é a cópia fidedigna do mesmo relato escrito pelo próprio fisiculturista Vander Pinesso que se encontra em sua comunidade no facebook (Comunidade Vander Pinesso) e foi postado há mais ou menos 3 meses atrás.

abraços
0

Postou 08 April 2014 - 03:08 PM (#8) Membro offline   quiridudu 

  • Novato
  • Pip
  • Grupo: Membros
  • Posts: 1
  • Cadastrado: 08-April 14

 MAV, em 20 September 2013 - 06:17 PM, disse:

Assunto complicado... depende de organismo para organismo e da droga que você utilizar... não entendo muito de TPC... mas já senti na pele demorar uns 6 meses para a texto voltar ao normal... e fiz uma tcp com um profissional renomado de SC... leio em vários lugares infelizmente muitos leigos falando do assunto... vou colar um link para você ver... mass... mesmo assim vou me informar direitinho sobre TPC

Colando...

A Verdade nua e Crua Sobre Farmacologia Esportiva

Do meu ponto de vista pelo menos...

Não pretentendo de forma alguma me passar por algum guru ou dono da verdade no assunto. Creio inclusive que 90% das pessoas que lerem esse tópico, discordarão totalmente. Não os condeno. Há 5 anos atrás eu certamente seria um dos primeiros a atirar pedras.


O que me da uma certa autoridade no assunto, é o que me diferencia de 99% dos usuários. É que eu tomo como acompanhamento medico. Na verdade, ele não prescreve nada, apenas pede os exames e analisamos juntos. Meu médico é um urologista de mente aberta e já confessou que tem aprendido junto comigo. Nos últimos 5 anos tenho feito check ups de pelo menos 6 em 6 meses.

Outro detalhe é o de que eu fui minha própria cobaia. Já experimentei de tudo e em todas quantidades imagináveis.

Enfim outro detalhe é o de que o que vou descrever é opinião extremamente franca, baseado nos meus próprios erros e acertos. Infelizmente o que se vê por ai é que, quem já adquiriu experiência séria tem em mente; “eu me ferrei pra aprender, não vou dar de mão beijada meus segredos, que se virem pra aprender por si sós”

Dito isso vamos às conclusões:

Drogas sao Necessarias?Depende. Você quer ser ou pelo menos se parecer com um fisioculturista? Ou apenas quer ter um corpo malhado legal? Pra segunda opção a resposta é NÃO! Pra se ter um corpo com alguma musculatura a genética da conta. Pra primeira pergunta, muita gente vai discordar, mas minha resposta é um sonoro SIM! Esse esporte eu creio ser um dos mais difíceis e ingratos que existe. Enquanto nos outros; fatores como talento, treino e determinação fazem campeões, no fisioculturismo a guerra é, alem dos citados acima, contra as leis da natureza. Como diz um amigo meu: “não existe situação perfeita”. Onde, no nosso caso, alguém que tenha facilidade de ganhar massa muscular mantendo definição. É sempre os opostos, uns ganham peso fácil, mas com gordura de monte junto, e penam na hora de buscar a definição muscular. Outros se matam pra colocar um kilo, porem não precisam do menor esforço pra secar e definir. A situação perfeita existe somente com a farmacologia. Eu não acredito e não conheço ninguém que seja ou tenha ficado massivo, contest shape, sem nunca ter tomado algum farmacológico.

DEPENDENCIAEsteroides viciam? Dependência física não causam. Isso posso afirmar. O único sintoma físico será a baixa da libido quando parar. O que posso afirmar com convicção é que causam DEPENDENCIA PSICOLOGICA! Pelo que tenho visto esses anos todos, quem treina “turbinado” não consegue mais treinar “aspirado”. Isso é obvio. Apesar de ilusório, esse ganho rápido de força e peso, a sensação de poder... depois fica muito difícil se conformar em não conseguir levantar os mesmos pesos e ganhar um kilo por mês, ou a cada dois, três meses dependendo do estagio... e sempre acabam voltando pra farmácia rapidinho. A solução é uma só nesse caso. Sumir da academia e procurar outro esporte.

PRIMEIRO GRANDE ERROQuerer que as drogas façam o milagre do crescimento. Eu cometi esse erro. Não adianta se entupir com 2g por semana de esteróides se não tiver nutrientes pra processar. Todo mundo já ta cansado de ler e ouvir que o corpo se faz pela boca. Mas parece que ninguém quer acreditar. Tem gente que não pestaneja em gastar 200 reais num bujão de testosterona, mas chora pra pagar num pacote de albumina tipo 30 reais. Alem do mais, é mais fácil tomar umas duas ou três agulhadas por semana e engolir alguns comprimidos do que ficar na cozinha separando clara de ovos, grelando carnes ou preparando vitaminas... Meu motto: “quem ainda não aprendeu a comer, ainda não está pronto pra esteroides”

QUANTIDADESegundo grande erro: Quantidade. Eu afirmo. Mais é igual a menos nesse aspecto. Anos atrás num grupo de discussão da usenet que participava, logo que comecei a mexer com drogas, tinha um monte de gente fera. PHDs, prós do esporte etc. Nesse grupo tinha Um cara chado Lyle Macdonald que manja tudo de nutrição, Patrick Arnold (da LP Research) o cara desenvolve pro-hormonios, e Bill Roberts PHD em farmacologia esportiva. Nesse grupo como não sou Americano e lá as Leis são severas com esteróides (mesma categoria que a heroína) eu podia falar abertamente de meu uso, meus ciclos hardcores, do jeito que o Bill pregava, tipo 1g de testosterona por semana por baixo. E do outro lado o Patrick sempre me dizia: “Vander, se você soubesse quão pouco é preciso pra crescer músculos”. Eu preferia ficar babando ovo pro Bill, afinal ser punk é mais “cool”. Hoje após anos de erros cheguei à conclusao que o Pat que estava com a razao. Em tempo. Bill Roberts sabe muito... de bula de remédio porque ele jamais tomou 1mg de esteroide na vida dele. Alias ele nem pratica o esporte. Ele ate hoje escreve coluna pro mesomorphosis

Enfim. Hoje cheguei à conclusão de que esteroide demais so aumenta a quantidade de efeito colaterais. Um fato que exames mostraram foi de que independente da quantidade tomada meus níveis de testosterona deu sempre a mesma coisa que é o dobro do maximo normal. Ou seja, muita coisa do que tomei foi pro buraco da privada... junto com meu dinheiro.

QUANTIDADE CONTINUANDO...A função do Esteróide é o aumento da síntese de proteína e pra isso, realmente não precisa muito. Não adianta gente se entupir de altas doses. Músculo sólido demora ANOS pra se ganhar. Essas historias de que “ganhei” 8 kilos no meu ultimo ciclo é uma asneira sem precedentes. Se fosse assim bastariam dois anos de uso pra estar entre os gigantes do esporte. A não ser que seja gordura. Alguém já se deu ao trabalho de pesquisar quantos anos levou pro Ronnie Colemam chegar no atual patamar? Pois eu digo. Num vídeo de uns 2 anos atrás ele disse 17 anos!! E ele tem genética, e patrocinio pra tomar o que quiser inclusive GH o ano todo. Agora um simples mortal que toma 2 duratestons por semana por 8 semanas (que é o que os “experts” mais indicam) quer ficar grande do dia pra noite? No passado eu ia pra praia no fim de ano todo inchado, achando que tava grande e voltava com 5kg a menos. Pura ilusão. Pura retenção de Líquidos..

CICLOSEsse é um termo que eu abomino e que não me faz o menor sentido. A menos que seja um só por ano pra chegar na praia inchadinho. No mais qual vantagem se entupir de testosterona, inchar, ai parar, desinchar, inchar denovo?

Explicarei o funcionamento hormonal do homem pra basar minha teoria.

Existe uma glândula no cérebro chamada Hipotalamus. Ela funciona entre outras coisas como “sensor”do nível de Testosterona. Quando se usa testosterona sintética e o nível de testosterona sobe acima de 810,00 ng/dl ou aproximadamente isso que é o maximo normal de um homem no auge da produçao , ela interpreta que os testículos estão “trabalhando” demais e manda um sinal (GnRH) pra Pituitária outra glândula que produz dois outros homonios o LH e o FSH que são responsáveis pela produção respectivamente de testosterona e produção de espermatozóides, parar de produzi-los. Logo os testículos entram em inatividade.

Esse processo é reversível. Porem, leva de 6 meses a ate dois anos pra voltar ao normal. Segundo informação de meu medico.

CICLOS FINALIZANDO...Resumo da historia: No meu entender é melhor usar pouco e constante do que se entupir e parar e se entupir denovo. De uma forma ou de outra os desticulos desligarão. Logo, doses moderadas (terapêuticas) e constantes causam menos efeitos colaterais e ganhos mais lentos, porem mais sólidos.

Existem sim combinação de drogas (caras diga-se de passagem) que ajuda nesse processo, mas jamais vai torna-lo rápido do jeito que se prega por ai. Gente que jura que é só tomar Clomid por 2 semanas após o ciclo, que tudo volta ao normal como se “nada tivesse acontecido” Isso é de uma ignorância sem tamanho. Desafio qualquer um a me provar com exames de sangue níveis estratosféricos de testosterona, e 2 meses depois exames que mostrem níveis normais de hormônios.

Afirmo por experiência própria. Entre l997 e 2000 fiz vários ciclos. Porem em meados do ano de 2000 entrei num processo depressivo onde não comia direito, não dormia direito enfim..nao valia a pena continuar jogando dinheiro fora. Por pressão da família fui pela primeira vez a um medico endocrinologista. Fiz uma bateria de exames. O resultado obvio tudo na estratosfera exceto o LH e o FSH que estavam zerados praticamente (Vide resultados no tópico do Clomid). O medico mandou parar de tomar, ai perguntei o que fazer pra voltar ao normal. A Resposta foi seca. NADA. Dei um sorriso irônico e pensei comigo mesmo. “vou mostrar pro babaca como se faz...” Parei de tomar e logo em seguida comecei o famoso TPC. Bunitinho tal qual sugeria Bill Roberts, HCG, Clomid Anti-aromatase... ums dois meses depois nova bateria de exames... e eis a merda. Testosterona em níveis normais, mas baixo, LH e FSH ainda nulos praticamente. Me sentia um lixo. Não raciocinava direito, vivia fraco e cansado... e sem libido nenhuma... Nesse ponto tinha duas escolhas: abandonar o esporte ou ficar na testosterona. A resposta é obvia. Desde então eu ciclo drogas e dosagens, não ciclos de muita droga e depois nada..

Amigo meu há dois anos atrás se entupiu de durateston e stanozolol. A família descobriu e o fez inclusive parar de malhar. Após mais de um ano depois os níveis de testosterona ainda estavam pífios, meu medico que indiquei a ele, já havia decidido colocar ele na terapia de reposição. Graças a mim, eu segurei a onda pra ele, indiquei uma droga alternativa e hoje ele conseguiu voltar ao normal...

TESTOSTERONA E A SAUDE. Testosterona mata? Não conheço nenhum caso comprovado de que tenha sido excesso de testosterona. O que ocorre geralmente é morte por diuréticos (Andréas Munzer), hipoglicemia (insulina) ou simplesmente estupidez como no caso dos guris de Brasília ano passado que injetaram 30ml de óleo em cada braço. Ora, se fosse óleo de oliva o fim seria o mesmo.

Mas há sim fatores de risco e eu mesmo tive o desprazer de sentir na pele agora no final do ano. Hipertensão e problemas com colesterol. O problema da hipertensão foi algo completamente inesperado. Ter hipertensão quando se esta com retenção de líquidos é plausível mas seco? Após uma ida ao medico e exames chegou-se ao vilão. O colesterol. O colesterol total estava ok porem o HDL (bom colesterol) estava a desastrosos 16 mg% quando o desejável é acima de 40. Que esteroides baixam o HDL eu sabia. Consumia diariamente bastante óleo de oliva pra compensar... pra depois descobrir que o óleo tem que ser virgem. Ainda aprendendo a cada dia como podem ver... enfim, se não faço esse checkup poderia sim estar correndo risco ate de vida.

Outro fator de risco são drogas estimulantes, clembuterol, termogenicos e similares... pra quem tem eventualmente problemas cardíacos é um risco. São drogas relacionadas a fisioculturismo e se causam óbito a culpa cai sempre sobre a testosterona... infelizmente é assim que a banda toca.

SAUDE A LONGO PRAZOA LONGO PRAZO:Mas enfim se chega a um ponto, como o que estou agora, onde o uso a longo prazo, começa a causar problemas que necessitam de vigilância constante. Não apenas pelo fato dos medicamentos em si, mas o excesso de peso causa extremo estress nos órgãos. É diferente de um obeso. No caso do culturista o excesso de músculos é uma aversão à natureza, tanto que ao se parar a primeira providencia do organismo é queimar o excesso de massa magra. Esse excesso de músculos sobrecarrega o coração, rins. O excesso de nutrientes e vitaminas que é necessário consumir diariamente, sobrecarrega o fígado e sistema digestivo enfim... não são somente as drogas, mas o complexo todo. Hoje tenho que tomar medicação pra pressão, glicemia, colesterol, fígado, tireóide, fora anti-inflamatorios quando se tem lesões e por ai vai. Alguém faz idéia de quanto custa ($) tudo isso? Eu sei.

EFEITOS COLATERAIS: Quanto aos tão comentados efeitos colaterais nem pretendo entrar no mérito...com exceção da queda de cabelos, fechamentos das epífises (em indivíduos em fase de crescimento), virilizaçao (em mulheres) e ginecomastia as demais são todas reversíveis. E essa historia de câncer de fígado é asneira.

DROGASqual a melhor droga? Isso é algo que cada um tem que experimentar pra ver qual funciona melhor. Uns amam a Durateston, pra mim já não presta. Outros amam stanozolol, eu odeio. Pra mim nada como Deca + Anabol. Cypionato também curto de montão... enfim so experimentando mesmo. Todos anabólicos são derivados de testosterona e como tal, todos elevam os níveis de testosterona causando o “negative feedback” ou seja desligamento dos testículos. Os diversos tipos agem por mecanismos diferentes e em diferentes tipos de tecidos. O que usar é uma questão pessoal.

POTENCIA: É preciso que fique claro que a potencia de cada droga não está relacionada com a quantidade de mg dela. 50mg de Cyiponato de Testostorona é muito mais forte que 50mg de estanozolol. 50mg de Methandrostenolona (Dianabol) é mais potente que 50mg de Oxymetholona (Hemogenim) por isso a dosagem de 5mg por comprimido de Dianabol.

DROGAS ORAIS: O que aconselho sempre, principalmente pra iniciante é ficar longe de drogas orais. Drogas orais destroem o fígado como um raio e não existe tal coisa como “protetor hepático”. Drogas orais são absorvidas pelo trato digestivo. Pra cair na corrente sanguinea precisam passar primeiro pelo fígado, e para não serem anuladas pelo fígado e poderem atingir o objetivo, as células, elas são modificadas molecularmente o que causa um grande esforço ao fígado tentando quebrar as moléculas durante a primeira passagem pelo figado. Ou seja, o dano não pode ser evitado. O que medicamentos como o Xantinon, ou Legalon fazem é nada mais que, auxiliar o fígado a regenerar-se. Eu JAMAIS permaneço tomando drogas orais por mais de 4 semanas, e geralmente so volto a tomar orais 6 a 8 semanas após. Meus exames de fígado jamais apontaram danos significativos dessa forma

TERMOGENICOS E ACELERADORES DE METABOLISMOEu sinceramente, nunca fui adepto de Termogenicos. Primeiro porque já tenho genética de magro, metabolismo rápido e não morro de amor por comer. Não gosto de doces e massas. Outro fator é que já tenho dificuldade em comer, logo produtos com anfetaminas como a cafeína que inibem o apetite se tornam um serio problema no meu caso.

Por esse motivo, minha droga de escolha foi o Clembuterol. Mas afirmo. Eis a tal da droga desconfortável. Tremedeira, taquicardia, sudorese, mal estar... sensação de cansaço interminente. Exemplo dado pelo meu cardiologista “é como deixar o carro parado na garagem com o motor ligado a noite toda”.

Essas drogas ajudam de certa forma, mas pra quem não tem tanta gordura. Querer baixar gordura acima de 10% sem dieta é querer um milagre. Alem do mais, não se vê resultados em curto tempo. Pela observação, na media eu diria que uns 3 meses pra sentir resultado.

Hormônios de tireoide também tem sidos usados, e são talvez a droga mais eficaz na redução de gordura. Mas essa é uma droga “melindrosa” pra se usar o que pode causar uma dependência, levando ao hipotireoidismo que vai causar o efeito oposto. Obesidade. Existem dois tipos: o T3 (triodotironina) que é extremamente potente. (creio que tenha sido banido do mercado oficial) pelos efeitos colaterais sérios que acompanham essa droga, principalmente e disfunçao da tireóide causando dependência pro resto da vida. O outro tipo mais comum é o T4 (L-tiroxina) que é 4 x menos potente e que na verdade se converte em T3. Como a potencia do T4 é menor ele é bem mais maleável na dosagem e fácil de controlar, consequentemente mais seguro evitando a eventual dependência.

TERMOGENICOS CONTINUANDO...Alguns mais imprudentes misturam hormônios de tireóide com Clembuterol e ate termogenicos. Isso é um convite a sérios problemas. A duas semanas atrás amigo meu me ligou num sábado à noite quase “morrendo” segundo ele, por causa da mistura. Reclamando de tontura, náuseas, dor de cabeça, fraqueza... falta de avisar não foi. Ele alegou que já tinha misturado e não tinha sentido nada. O detalhe é que o hormônio de tireóide é cumulativo, quando chegou a um certo pico, a zica caiu como uma bomba. MUITO CUIDADO!

Antigamente quando se encontrava efedrina manipulada em qualquer farmácia, era muito comum o ECA Stack. Efedrina 25-50mg Cafeína 200mg e Aspirina 500mg era bastante eficaz.

Pra quem pode, Hormônio de crescimento, T4 e esteroides são uma combinação fantástica tanto pra crescer como pra secar. Mas é farmacologia pra quem já tem bastante experiência.

LEMBREM-SE ACIMA DE TUDO. TODAS ESSAS DROGAS QUE AFETAM O SISTEMA CARDIOVASCULAR PODEM ATE LEVAR À MORTE. QUEM TEM PROBLEMA CARDIACO OU DE PRESSAO DEVEM FICAR LONGE DAS MESMAS. NA DUVIDA FAÇA UM CHECK UP COM UM MEDICO DA AREA ANTES DE SE AVENTURAR NESSA PRAIA.

CLOMID E TERAPIA POS CICLOEis outra droga polemica. O Clomid.

Notem que essa teoria que o Clomid não funciona não é minha mas sim do meu Medico que é urologista. Eu apenas endosso, pois no meu caso não há como negar ate que me provem o contrario. Alem dos dados dos exames abaixo, segundo ele, já havia feito experiências com pacientes com baixos níveis de testosterona sem sucesso, e finalmente somado a isso o fator de que a bula do medicamento não diz nada a respeito dessa possibilidade terapêutica, o que convenhamos, seria uma perda muito grande da parte deles, pois o mercado é grande nessa área (deficiência de testosterona masculina)
Como foi citado anteriormente, cavei no meu baú os antigos exames, e eis os resultados: entre parêntesis os valores de referencia:

Data: 31/10/2000

Testosterona 3.044,0 ng/dL (286 a 1.511)
Testosterona livre 196,0 pg/mL (18-55)
LH < 0,7 (1,4 - 7,7)
FSH < 0,1 (1,5 – 14)
Dois meses depois...

Data: 04/01/2001

Testosterona 348,0 ng/dL (286 a 1.511)
Testosterona livre 13,4 pg/mL (18-55) eis porque me sentia tão mal
LH < 0,7 (1,4 a 7,7)
FSH 0,2 (1,5 a 14)

No ato do exame já havia parado a testosterona, comecei em novembro tratamento com HCG em doses leves de 1.500 IU a cada 4 dias pra desatrofia testicular e passei dezembro no Clomid a dois comprimidos por dia. O que os exames comprovam é que não houve a menor excitação na hipófise pelo Clomid já que o LH se manteve inalterado. A testosterona baixou a níveis normais e a hipotalamus simplesmente ainda não produziu ghRH. O que coincide com a informação do medico de que “enquanto os níveis de testosterona não baixarem abaixo do normal a hipotalamus não vai estimular a hipófise”.

CLOMID CONTINUANDO...Alguém pode dizer que houve então falha pituitária. Ora, ate hoje meus níveis de hormônios da Tireóide estão perfeitos, logo a tireóide também sendo submissa à hipófise, supõe-se que esta esteja normal. Fator como idade pesa. Na época estava com 32 anos, mas mesmo assim não creio que o processo fosse muito mais rápido num jovem de 20.

Bem sei também que há fontes ate respeitadas no exterior que citam o Clomid como a droga pos-ciclo. No World Anabolic Review de 1996 são categóricos em afirmar que bastam 2 caixas pra voltar ao normal. No Anabolics 2005 de Willian Llewellyn praticamente diz algo parecido, porem alguns autores modernos, já não são tão categóricos em afirmar como se pode ver nesse texto: http://www.mesomorph...cle-therapy.htm
Onde se lê: “Nolvadex é altamente anti-estrogenico na hipotalamus e pituitária, enquanto o Clomid mostra uma pobre atividade estrogenica na pituitária, onde como se ve, não é o ideal. (Clomid)Deveria ser evitado para o TPC estou sugerindo... na verdade, evitado totalmente..ele simplismente não é tão bom quanto o Nolvadex”

Bem, então porque por tanto tempo louvaram o Clomid? Suponho eu pelo simples fato de que nos EU, fisioculturistas não fazem exames tão freqüente por dois motivos: Primeiro que lá tudo é caríssimo quando se trata de saúde. Se você não tem realmente problema de saúde não se consegue exames com planos de saúde ou através de órgão governamental. Outro detalhe importante é que se o individuo for pego com um nível de testosterona como os meus corre o risco de ser preso como usuário de DROGAS! Resumindo, não duvido que por muito tempo fisioculturistas tomaram Clomid como Placebo.

CLOMID FINALIZANDO...Quanto ao Nolvadex, prefiro não opinar pois nunca tentei e não serei prepotente de afirmar que também não funciona. Mas tenho minhas duvidas por um detalhe:

OK suponhamos que tanto o Clomid como o Nolvadex funcionem estimulando a hipófise através de gnRH consequentemente produzindo LH e FSH consequentemente aumentando os níveis de Testosterona. Ora. Ao se tomar testosterona e elevar os níveis gera o “negative-feedback”, ao se usar HCG que imita o LH e também eleva a testosterona também causa o feedback. Ora então, logo se chega a conclusão que se ao elevar o LH pelo uso de sintético o efeito seja o mesmo de que, se o nível de testosterona esta alto ou normal a hipotalamus vai continuar achando que não há a necessidade de liberar gnRH uma vez que esta tudo “normal”. Logo o ciclo nunca fecha e ai encaixa a afirmação do Medico de que enquanto não baixar a hipotalamus não vai liberar o Sistema para produzir mais testosterona. Posso estar equivocado mas certamente isso é algo pra se pensar e estudar.

FINALIZANDOO Resumo de tudo isso fica assim:

-Testosterona causa dependência psicologia. Se não em todos na maioria.
-Somente a farmacologia vai lhe levar alem do que a genética lhe permite. Porem sem saber comer, treinar e descansar não vai levar a lugar algum... bem, ao hospital talvez...
-A menos que se queira dedicar de corpo e alma ao esporte melhor nem começar no mundo dos esteroides.
-Pra quem não pretende ficar gigante mas quer dar uma turbinada, toma dose terapêutica com acompanhamento medico que já dará ótimos resultados
-Testosterona por si só não mata ninguém, porém podem causar danos à saúde, algumas vezes até perigosos.


O intuito desse texto enorme foi apenas esclarecer (não ensinar a usar), principalmente àqueles que estão pensando em usar, ou àqueles que estão em duvida se param ou continuam. Não há a menor intenção de incentivar ou desestimular o uso.


**Galera, este relato é a cópia fidedigna do mesmo relato escrito pelo próprio fisiculturista Vander Pinesso que se encontra em sua comunidade no facebook (Comunidade Vander Pinesso) e foi postado há mais ou menos 3 meses atrás.

abraços



Ótimo post, parabens. Estou com uma duvida enorme, fiz o mesmo que voce, mas não tive a sorte de encontrar um medico como o seu de cabeça aberta. Depois de anos ainda sinto os efeitos colaterais da testosterona baixa, meus exames deram a pouco tempo testo total 480 e testo livre 9 o lh e o fsh deram normais, mas acho que minha testo total e livre teria que subir um pouco mais que isso pra me sentir como antes. A minha duvida é a seguinte, o que que voce falou pro seu amigo tomar pra ele nao ter que fazer reposição hormonal. E qual é o seu médico, e de onde ele é, é daqui de são paulo? Abçs.
0

Compartilhar este tópico:


Página 1 de 1
  • Novo tópico
  • Responder

1 usuário(s) está(ão) lendo este tópico
0 membro(s), 1 visitante(s) e 0 membros anônimo(s)


Enter your sign in name and password


Sign in options
  Or sign in with these services